domingo, 31 de agosto de 2008

Jogos Olimpicos

As Olimpíadas de Pequim terminaram, mas sempre é tempo de fazer considerações sobre os esportes que ninguém assistiu durante a transmissão dos Jogos:

Vivo ou Morto – nessa competição eletrizante até o último minuto, a China se sagrou campeã contra os Estados Unidos na final, depois que os americanos confundiram, pela décima vez, que “hatashinê!” significa “baixo!” e “hatanishê” é o som do juiz chinês espirrando. Não se sabe ainda se o esporte será incluído nos próximos jogos, pelo número elevado de mortes causadas pela derrota – a China insistia que, se não fosse para matar, não existia motivo para se encostar alguém num paredão.

Fado sincronizado – vitória fácil da equipe portuguesa, formada pelos irmãos Maria e José. Eles não deram a menor chance para a dupla chinesa e a dupla russa, formada todas por casais de portugueses naturalizados. A final, que contou com a presença do ilustre cantor Roberto Leal, levou a loucura a platéia quando o juiz apitou o final da partida e todos puderam ir para casa.

Futebol para Burros – modalidade incluída a pedido da CBF, o futebol para burros decepcionou com o pífio terceiro lugar para a seleção brasileira. Os campeões foram os mexicanos, que venceram a forte seleção mulina do Afeganistão. Ronaldinho Gaúcho reclamou muito da falta de esportividade dos burros, que não deixavam que ele driblasse, e o técnico Dunga disse que a equipe jogou bem e que acredita que a medalha de ouro virá em Londres, na modalidade Futebol para burros com as patas amarradas.

Cabo de Guerra – medalha de ouro para a Rússia, que venceu, invadiu e tomou a Ossétia da Geórgia e, se os Jogos durassem mais quinze dias, tinha retomado todos os países da antiga União Soviética.

Arremesso de peso pela janela – e deu Brasil-sil-sil na cabeça. Apesar da polêmica, o casal Nardoni trouxe o ouro para o país, ao bater o recorde olímpico de arremesso, com inacreditáveis duas caras de pau de vantagem. Em segundo lugar, representando os Estados Unidos, ficou o astro pop Michael Jackson.


3 comentários:

Anônimo disse...

hauhauahauahauaha

loira disse...

otiiimo!!!

Arthur Malaspina disse...

Faltou mãe da rua...